Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Presidente do Boca Juniors fala sobre possível saída de De Rossi

Em conversa com a Fox Sports, Daniel Angelici rechaçou a possibilidade do italiano deixar o clube argentino no término do ano

Nas últimas horas, o já agitado bastidor do Boca Juniors ganhou uma bomba que chacoalhou ainda mais as estruturas do clube. De acordo com o jornal Gazzetta dello Sport, o volante Daniele De Rossi poderia deixar o clube em dezembro, seis meses antes do término do seu contrato.

Leia Mais: Com um a menos, Uruguai arranca empate diante do Peru
Copa América 2020 tem formato delineado pela Conmebol
De Rossi poderia deixar o Boca Juniors no fim de 2019

Entre as especulações, um dos motivos seria a possível saída de Nicolás Burdisso, homem forte do futebol Xeneize e amigo do italiano.

Em conversa com a Fox Sports, Daniel Angelici, presidente Xeneize, fez questão de amenizar o burburinho e garantiu que o italiano não vai deixar o clube.

“De Rossi é uma figura internacional. A vinda dele foi um sinal para grandes nomes da Europa optarem por atuar na Argentina e América. Estava livre no mercado e acertamos a sua contratação. Agora, para decidir quem joga ou não é a comissão técnica e não interferimos. Ele vai cumprir o contrato”, declarou.

Com o dirigente bancando a continuidade do volante, a torcida do Boca Juniors fica um pouco mais calma. Até o momento, De Rossi não disputou muitos jogos com a camisa Xeneize e está se recuperando de lesão muscular.

error: Futebol Latino 2019