Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Problemas na documentação deixa meia do River mais distante de clube inglês

Santiago Sosa não tem visto de trabalho regularizado na Europa e deve seguir no clube argentino, adversário do Cruzeiro na Libertadores

*Por Mônica Alvernaz

A negociação que tinha tudo para ser um bom negócio para o River Plate, pode acabar não acontecendo. Diante das conversas entre o clube argentino e o Everton sobre o passe de Santiago Sosa, diversos impasses surgiram, afastando o jogador da Inglaterra.

Leia mais: Por onde anda Diego Maurício, ex-Flamengo e Sport
Esteban Conde deixa o Nacional e jogará no Banfield

Em um primeiro momento, a questão de documentação. Como Sosa não possui o passaporte adequado nem o visto de trabalho exigido no país, ele ficaria impossibilitado de atuar no clube europeu.

Esta questão vem sendo tratada pelos advogados do River Plate, mas até o momento a situação não teve uma definição final.

Mesmo que a questão burocrática seja resolvida, outros pontos dificultam a ida de Sosa para o clube europeu. Ele não cumpre exigências da Liga Inglesa, como partidas pela seleção e tempo jogado na primeira divisão argentina.

Caso o negócio de fato não aconteça, o prejuízo seria para os dois lados. Sosa não teria a experiência no futebol europeu e o River Plate deixaria de embolsar um valor aproximado de 15 milhões de euros, correspondente à rescisão do jogador.

Aos 20 anos, Santiago Sosa vive apenas sua segunda temporada pelo River Plate, clube que o revelou profissionalmente para o futebol.

Em meio à dúvida sobre a permanência ou não de Santiago Sosa, o River Plate se prepara para as oitavas de final da Libertadores diante do Cruzeiro. As partidas estão marcadas para os dias 23 e 30 do próximo mês.