Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Relembre as edições da Copa Libertadores que foram decididas em campo neutro

Os estádios que mais receberam esses jogos foram o Centenário, o Nacional do Chile e o Defensores del Chaco

*Por Juliano Rangel

A sequência de confusões do último sábado (24) e os desencontros na tomadas de decisões da Conmebol sobre o palco do segundo jogo da final da Copa Libertadores ao longo da última semana, foram respondidos com a escolha do Estádio Santiago Bernabéu, na Espanha, como o palco, que podemos considerar neutro, para a decisão do torneio.

Leia mais: Real Madrid promove clínica de futebol para crianças e adolescentes no Peru

Depois de 15 meses, Chicharito marca dois gols com a camisa do West Ham

Mas, você sabia que a Copa Libertadores já teve 14 edições decidas com partidas sendo realizadas em campos neutros. O Futebol Latino te apresenta à lista completa dos anos em que esse tipo de decisão aconteceu:

1962

A primeira decisão que foi realizada em três partidas colocou frente a frente o Peñarol e o Santos de Pelé e companhia. Na primeira partida, no Uruguai, o alvinegro praiano venceu por 2 a 1. Já no segundo duelo, a equipe uruguaia levou a melhor com o placar de 3 a 2.

O terceiro e último jogo foi realizado no Estádio Monumental de Nuñez, na Argentina. Com a bola rolando, o Santos conquistou a vitória por 3 a 0 e ficou com a taça. Confira os melhores momentos desta partida:

1965

Protagonizada por Independiente e Penãrol, essa foi segunda edição decidida em campo neutro. No primeiro duelo, realizado no Estádio La Doble Visera, em Avellaneda, a equipe argentina saiu vencedora pelo da 1 a 0, enquanto que no segundo jogo, disputado no Estádio Centenário, em Montevidéu, os uruguaios venceram por 3 a 1.

O duelo decisivo foi realizado no Estádio Nacional, em Santiago, no Chile. Com a bola rolando, o Independiente levou a melhor sobre o Peñarol com o placar de 4 a 1. Reveja os melhores momentos daquela partida:

1966

Disputada entre Peñarol e River Plate, a decisão teve seu primeiro duelo realizado no Estádio Centenário, que foi vencido pela equipe uruguaia com o placar de 2 a 0. No segundo jogo, no Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, os argentinos venceram por 3 a 2.

O jogo de desempate aconteceu no Estádio Nacional, no Chile, e o Peñarol sagrou-se campeão após vencer a partida por 4 a 2. Relembre os gols daquela partida:

1967

Com Racing e Nacional disputando o título, o primeiro duelo foi realizado Estádio Presidente Perón, em Avellaneda, e as duas equipes ficam no empate em 0 a 0. No segundo jogo, disputado no Estádio Centenário, um novo empate em 0 a 0 aconteceu.

O jogo decisivo foi realizado, pelo terceiro ano consecutivo, no Estádio Nacional, no Chile. Com a bola rolando, o Racing levou a melhor com placar de 2 a 1. Confira o resumo da partida:

1968

Estudiantes e Palmeiras disputaram aquela edição em três duelos. No primeiro, realizado no Estádio Jorge Luis Hirschi, em La Plata, a equipe argentina levou a melhor com o placar de 2 a 1. No segundo jogo, disputado no Estádio do Pacambu, em São Paulo, o clube brasileiro venceu por 3 a 1.

O terceiro jogo foi realizado no Estádio Centenário, com o Estudiantes levando a melhor com o placar de 2 a 0. Relembre aquele duelo:

1971

Depois de três anos, a competição teve que ser decida em três, que colocaram frente a frente Estudiantes e Nacional. No primeiro jogo, no Estádio Jorge Luis Hirschi, em La Plata, os argentinos venceram por 1 a 0. No segundo duelo, realizado no Estádio Centenário, os uruguaios conquistaram a vitória por 1 a 0.

No terceiro e último duelo, disputado no Estádio Nacional, em Lima, no Peru, o Nacional sagrou-se campeão com uma vitória por 2 a 0.        

1973

Com Independiente e Colo-Colo disputando a final daquela edição em três jogos, a primeira partida foi realizada no Estádio La Doble Visera, em Avellaneda, e as duas equipes ficam no empate em 1 a 1. O segundo jogo, disputado no Estádio Nacional, no Chile, um novo empate, desta vez em 0 a 0.

O jogo de desempate foi realizado no Estádio Centenário, com o Independiente levando a melhor no tempo normal com o placar de 2 a 1.

1974

São Paulo e Independiente disputaram a final daquela edição, que teve seu primeiro duelo realizado no Estádio do Pacambu. O clube brasileiro venceu com o placar 2 a 1. No segundo jogo, o time argentino venceu por 2 a 0.

O terceiro duelo aconteceu no Estádio Nacional, no Chile, com o Independiente batendo o São Paulo por 1 a 0. Relembre o gol daquela final:

1975

Unión Española e Independiente chegaram a final daquela edição. O primeiro jogo foi realizado no Estádio Nacional, no Chile, e a equipe da casa venceu por 1 a 0. A segunda partida foi disputada no Estádio La Doble Visera, em Avellaneda, e o Independiente venceu por 3 a 1.

O terceiro jogo foi disputado no Estádio Defensores del Chaco, no Paraguai, e os argentinos levaram a melhor sobre os chilenos com o placar de 2 a 0.

1976

A final daquela edição colocou de um lado o Cruzeiro e do outro o River Plate. Na primeira partida disputada no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, a equipe da casa aplicou um goleada de 4 a 1. No segundo jogo, no Estádio Monumental de Nuñez, os argentinos venceram por 2 a 1.

O terceiro duelo foi jogado no Estádio Nacional, no Chile, o e Cruzeiro sagrou-se campeão após vencer o River Plate por 3 a 2. Confira o melhores momentos daquele jogo:

1977

Naquela edição, o Cruzeiro chegou a mais uma final novamente contra um clube argentino. Desta vez, o adversário era o Boca Juniors. No primeiro jogo, no Estádio La Bombonera, a equipe da casa levou a melhor com o placar de 1 a 0. No segundo jogo, no Estádio do Mineirão, o clube brasileiro devolveu o placar de 1 a 0.

A terceira partida foi disputada no Estádio Centenário, em Montevidéu. No tempo normal, as duas equipes ficaram no 0 a 0, enquanto que nos pênaltis o Boca Juniors conquistou a taça após vencer por 5 a 4. Relembre a vitória argentina nas cobranças de pênaltis:

1981

Debutante na competição, o Flamengo enfrentou na final o equipe chilena do Cobreloa. O primeiro jogo, no Maracanã, o clube brasileiro venceu por 2 a 1. A segunda partida, no Estádio Nacional, no Chile, a equipe chilena conquistou a vitória por 1 a 0.

O terceiro duelo foi realizado no Estádio Centenário, em Montevidéu, com o Flamengo vencendo no tempo normal por 2 a 0 e sagrando-se campeão. Reveja o jogo completo:

1985

Argentinos Juniors e América de Cali protagonizaram aquela decisão que contou com três jogos. No primeiro duelo, disputado no Estádio Monumental de Nuñez, o clube argentino venceu por 1 a 0. No segundo, realizado Estádio Olímpico Pascual Guerrero, em Cali, o equipe da casa também venceu por 1 a 0.

O terceiro jogo, disputado no Estádio Defensores del Chaco, as duas equipes ficaram no empate em 1 a 1 no tempo normal. Nos pênaltis, o Argentinos Juniors ficou com o título após vencer por 5 a 4. Relembre os melhores momentos daquela partida:

1987

Última decisão que contou com três jogos, o torneio de 1987 teve em sua final o América de Cali contra o Peñarol. No primeiro duelo, disputado no Estádio Olímpico Pascual Guerrero, em Cali, a equipe da casa venceu por 2 a 0. No segundo jogo, realizado no Estádio Centenário, o clube uruguaio venceu por 2 a 1.

O terceiro duelo foi disputado no Estádio Nacional, no Chile, e o Peñarol ficou com o título após vencer o jogo por 1 a 0. Relembre o gol e os últimos minutos daquela partida: