Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Rentistas e Sporting Cristal empatam na chave do São Paulo pela Libertadores

Rentistas-Sporting-Cristal-Futebol-Latino-Libertadores-05-05
Foto: Divulgação/Conmebol Libertadores

Jogando no estádio Centenario, o Rentistas recebeu a equipe do Sporting Cristal pelo Grupo E da Copa Libertadores em duelo onde nenhum dos lados conseguiu balançar as redes. O marcador, aliás, foi bastante prejudicial as pretensões dos dois times pensando em classificação já que, enquanto o São Paulo já tem sete pontos e o Racing tem cinco, o clube charrua fez apenas seu segundo ponto no torneio enquanto os peruanos tem somente um.

Soccer 300x250

Leia mais: Del Valle goleia Universitario e se recupera no grupo do Palmeiras na Libertadores
Pela Libertadores, Racing aperta, mas São Paulo sustenta empate na Argentina

Primeiro tempo

A equipe mandante era quem tentava as ações ofensivas e tinha por mais tempo a bola nos pés, porém, por muito pouco, não foi o Cristal que conseguiu a inauguração do placar na cidade de Montevidéu.

Roubando a bola do zagueiro Sosa perto da grande área adversária, o avante equatoriano Washington Corozo teve liberdade e tempo para bater cara a cara com Rossi, mas viu  o o goleiro do Rentistas se posicionar bem para uma defesa fundamental.

Demonstrando mais organização na troca de passes e coordenação dos movimentos para colocar em dificuldade a zaga do time peruano, o Rentistas parava nos erros tanto no último passe ou na conclusão, algo que ficou explícito em lance onde Peraza teve liberdade para cabecear e viu a bola passar perto da trave esquerda da meta defendida por Duarte.

Com isso, mesmo sendo consideravelmente melhor na partida diante da pouca capacidade de reação do Sporting Cristal, o placar do Centenario não se alterou nos primeiros 45 minutos.

Segundo tempo

O confronto teve uma mudança drástica no controle das ações no início do tempo complementar com o Sporting Cristal tendo uma postura bem mais agressiva nas linhas de marcação e forçando um número maior de erros do Rentistas onde, em batida de falta, Hohberg exigiu uma defesa mais complicada de Rossi.

Apesar do ímpeto dos Cerveceros indicando uma possível equiparação de forças no restante do compromisso, fato é que a equipe visitante logo voltou a apostar mais nas jogadas de contra-ataque enquanto a equipe charrua reassumia o controle do jogo com mais imposição física e passes mais precisos. Mas, por outro lado, seguia pecando nas tomadas de decisão no último terço do campo e, com isso, levar menos perigo do que poderia ao goleiro Duarte.

Seja pelo aspecto físico como também pelo estilo de jogo de cada equipe, o jogo parecia não sofrer maiores alterações no seu desenho até que o Cristal teve, com Grimaldo e novamente Corozo, (por duas vezes) ao menos três oportunidades excepcionais de tirar o primeiro zero do marcador.

Depois da saída rápida de Jhilmar Lora dando o passe na marca do pênalti para seu companheiro, o camisa 20 escorregou e viu Rossi sair bem do gol para defender. Já na segunda chance, Corozo carregou sozinho em direção a meta adversária e até caprichou na batida, mas viu a pelota passar ao lado da trave esquerda do Rentistas. Na última delas, quando o camisa 11 havia driblado Rossi nos acréscimos, Sosa cortou em cima da hora mandando pra escanteio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Futebol Latino sabe que a alegria do esporte bretão do continente americano é bem mais do que Brasil, Argentina e Uruguai. Isso porque o amante da bola quer mesmo é saber de tudo, desde a final do Brasileirão até a 5a rodada do Peruano, com a mesma seriedade e com a mesma paixão. Leia Mais

Entre em contato conosco: comercial@futebolatino.com.br

© Futebol Latino - Todos os Direitos Reservados - 2019 | Por Diegão ©

error: Futebol Latino 2019