Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

River não tem boa lembrança da única final de Liberta contra um brasileiro

Duelo com essa caracvterística ocorreu no ano de 1976 onde, contra o Cruzeiro, o time Millonario amargou o vice-campeonato
river-nao-tem-boa-lembranca-da-unica-final-de-liberta-contra-um-brasileiro-Futebol-Latino-22-11

*Por Agência Conversion

O River Plate, tetracampeão da Copa Libertadores, chega a sua sétima final no torneio diante do Flamengo, a segunda contra um time brasileiro. Em 1976, levou a pior, perdendo para o Cruzeiro no confronto que teve três partidas: 4 a 1 no Mineirão para o time de Minas Gerais, 2 a 1 para os argentinos em Buenos Aires e, no duelo de desempate, nova vitória do Cruzeiro por 3 a 2 dessa vez em Santiago, no Chile.

Leia mais: Campeonato Chileno é reiniciado e cancelado em menos de 67 minutos
Riquelme tem Guerrero como um dos reforços desejados para o Boca

A grande disputa desse ano será em caráter especial por ser disputada no confronto único em Lima, no Peru, mais precisamente no Estádio Monumental.

As outras seis finais disputadas pela equipe argentina foram em 1966 (derrota para o Peñarol), 1986 e 1996 (títulos sobre o América de Cali), 2015 (título sobre o Tigres) e 2018 (título sobre o Boca Juniors).

Essa é a 15ª final entre Brasil e Argentina na Libertadores. Das 14 disputadas, a vantagem está com os hermanos, com nove vitórias e cinco derrotas. O Boca Juniors é o maior vencedor, já que esteve presente em cinco finais, vencendo quatro (1977, 2000, 2003 e 2007). O Brasil venceu nas seguintes oportunidades:

1963 – Santos ganhou do Boca Juniors.
1976 – Cruzeiro ganhou do River Plate.
1992 – São Paulo ganhou do Newell’s Old Boys.
2012 – Corinthians ganhou do Boca Juniors.
2017 – Grêmio ganhou do Lanús.

Após chegar a sua sétima final, o River Plate pode conquistar um feito de apenas seis equipes na Libertadores: vencer duas vezes seguidas o maior torneio de clubes da América. Até o momento, seis times conquistaram o feito: Peñarol-URU, Santos, Independiente, Estudiantes, São Paulo e Boca Juniors.

O Independiente, maior vencedor da competição com sete títulos, chegou a ser tetra (1972, 73, 74 e 75). Já o Estudiantes foi tri (68, 69 e 70). Peñarol e Boca Juniors foram bicampeões duas vezes. Santos venceu em 1962 e 1963, enquanto o São Paulo levantou a taça em 1992 e 1993.
O River foi quatro vezes campeão, mas não conquistou títulos em sequência. O time levantou o caneco em 1986, 1996, 2015 e 2018. Em 58 edições realizadas, a Libertadores já teve 25 campeões diferentes.

A final entre Flamengo e River Plate em 2019 seria realizada originalmente em Santiago do Chile. O país, contudo, enfrenta protestos difusos, alguns culminando em violência. Por este motivo, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) optou por mudar o local para Lima (Peru), depois de tentar manter a grande decisão no Chile.

Por conta da mudança, companhias aéreas como Gol e Latam disponibilizaram canais específicos de atendimento para que os torcedores pudessem remarcar os tíquetes. A Conmebol também informou que vai estornar todos os ingressos da final em Santiago.

error: Futebol Latino 2019