Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Em crise, River tentará contra o Palmeiras evitar duas eliminações em três dias

River Plate
Foto: Divulgação/River Plate

* Por Roberto Junior 

Desde que chegou ao River Plate, em 2014, Marcelo Gallardo enfrenta o pior momento em campo e psicológico nos Millonarios. A equipe não vence há três jogos, sendo duas derrotas seguidas, e foi eliminado neste fim de semana da Copa Diego Armando Maradona, onde agora a missão é tentar não sair da Libertadores.

OS_BRAZIL_300x250_2020_Q3_SOC

Leia mais
Será que dá, River? Libertadores registrou viradas ‘impossíveis’ na história recente
Após agredir Gabriel Menino, lideranças do River cobram Carrascal

Com time misto, River Plate perdeu por 2 a 0 para o Independiente, que fará a final da Copa Maradona diante do Boca Juniors. A partida, aliás, contou com nova falha do experiente goleiro Armani. Após ele errar no meio de semana contra o Palmeiras, o arqueiro de 34 anos aceitou um chute de fora da área de Velásco que fechou o placar.

“Começamos o jogo mal e sem esperar por isso. Na segunda etapa levantamos e tivemos situações de gol. Não é a final da Taça que queríamos. Agora temos de pensar na terça-feira, que é o que nos resta”, disse o volante Leonardo Ponzio, de 38 anos.

Sob o comando do River, Gallardo recolocou os Millionarios no principal cenário da Libertadores. Campeão em 2015 e 2018, Muñeco conseguiu levar o clube para as semifinais da competição pela quarta vez consecutiva. Mas o psicológico tem jogado contra a equipe e alguns acontecimentos provam isso:

Expulsão de Enzo Pérez contra o Boca Juniors; expulsão infantil de Carrascal ao agredir Gabriel Menino; duas falhas de Armani; derrota inesperada por 3 a 0 em casa para o Palmeiras.

“Justifico a derrota em assumir os erros, que normalmente não cometemos. Somos uma equipe que assume riscos e contra rivais de hierarquia e igualdade de condições, nesses casos os erros pagam caro. Temos partidas em que nos convertem porque propomos. Mas repito: cometemos erros e pagamos caro por eles”, disse Gallardo após a derrota sobre o Palmeiras.

Agora o River Plate precisará contra um forte Palmeiras no Allianz Parque superar o psicológico frágil para evitar duas eliminações em três dias.

“O psicológico é parte do dia a dia e o que se consegue. Vamos jogar uma semifinal de Copa Libertadores, que é algo muito importante. Ficam coisas de fora, uma derrota dolorosa por três gols, mas sabemos para onde vamos e não podemos cair em algo psicológico”, disse Ponzio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Futebol Latino sabe que a alegria do esporte bretão do continente americano é bem mais do que Brasil, Argentina e Uruguai. Isso porque o amante da bola quer mesmo é saber de tudo, desde a final do Brasileirão até a 5a rodada do Peruano, com a mesma seriedade e com a mesma paixão. Leia Mais

Entre em contato conosco: comercial@futebolatino.com.br

© Futebol Latino - Todos os Direitos Reservados - 2019 | Por Diegão ©