Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Samba x Tango: o duelo Messi x Neymar em números

messi-neymar-argentina-brasil-futebol-latino-09-07
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

*Por Miguel Jabur

Foram oito anos de espera, mas valeu a pena! Pela primeira vez desde que Neymar deixou o Barcelona, teremos o confronto entre o craque brasileiro e o argentino Messi, neste sábado (10), às 21h (de Brasília) pela final da Copa América. Dada a popularidade dos dois jogadores, uma comparação entre ambos, nesta altura do campeonato, parece quase inevitável.

Soccer 300x250

Leia mais: Após acerto frustrado no Brasil, Nicolás Blandi negocia com novo clube
Gary Medel descarta atuar por clube da América do Sul

Por clube, todos sabem que os números de Messi são superiores aos de Neymar apesar da carreira de sucesso do brasileiro. Considerado por muitos como o maior jogador da história do Barcelona, Messi é o jogador que mais marcou gols oficiais por um clube na história, com nada menos que 672 tentos. Pelo time catalão, conquistou seis Bolas de Ouro, quatro títulos de Champions League e 25 títulos nacionais entre a Liga, a Copa do Rei e a Supercopa da Espanha, além de três Mundiais de Clubes da FIFA.

Já Neymar, com 29 anos de idade, ainda não foi eleito o melhor jogador do mundo, o que é considerado uma decepção para alguns. No entanto, é inegável que está na elite mundial da bola já faz alguns anos. No total são 35 troféus conquistados entre Santos, Barcelona, PSG e Seleção Brasileira com 446 gols na carreira sendo 192 deles em solo europeu (105 pelo Barça e 85 pelo PSG).

No entanto, se os números de Messi por clube são superiores aos de Neymar, por Seleção o embate já é bem mais equilibrado. Muitos, inclusive, apontam superioridade do brasileiro.

Messi é o maior artilheiro da Seleção Argentina enquanto Neymar é o segundo maior artilheiro da Seleção Brasileira. Quando Neymar atingir a idade atual de Messi (34 anos), já terá superado Pelé como o principal goleador canarinho da história se conseguir manter a alta média de gols e não sofrer grandes contusões.

Sétimo jogador que mais atuou pela Seleção Brasileira, Ney balançou as redes 68 vezes em 110 jogos – média de 0,61 gol por partida. Se contar as 53 assistências, podemos dizer que Neymar, por média, participa de um gol a cada jogo que disputa pelo Brasil (1,1, para ser preciso).

As marcas são superiores às de Messi, que tem 76 gols em 150 partidas e é o terceiro que mais vestiu a camisa da Argentina: média de 0,51 gol por jogo, com outras 51 assistências. Ou seja, Neymar tem apenas oito gols a menos que Messi, tendo disputado 40 jogos a menos.

Diferente de Neymar, Messi não possui nenhum título oficial pela Seleção Argentina. Foram quatro finais (uma Copa do Mundo e três da Copa América) e nenhum gol marcado. Se contar as finais das Olimpíadas de 2004 e 2008, são seis finais sem gol. Messi também nunca foi o artilheiro de uma competição oficial disputada pela Seleção Argentina e possui apenas seis tentos em 19 jogos de Copa do Mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Futebol Latino sabe que a alegria do esporte bretão do continente americano é bem mais do que Brasil, Argentina e Uruguai. Isso porque o amante da bola quer mesmo é saber de tudo, desde a final do Brasileirão até a 5a rodada do Peruano, com a mesma seriedade e com a mesma paixão. Leia Mais

Entre em contato conosco: comercial@futebolatino.com.br

© Futebol Latino - Todos os Direitos Reservados - 2021

error: Futebol Latino 2019