Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Santos confirma favoritismo goleando na Vila Belmiro o The Strongest

Santos-The-Strongest-Futebol-Latino-Lance-1-04-05
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Bastante necessitado do resultado após as duas derrotas nos dois primeiros jogos da Copa Libertadores, o Santos “tirou a zica” e conseguiu uma importante goleada por 5 a 0 diante do The Strongest na Vila Belmiro. Agora, enquanto os bolivianos estão zerados e com o nada honroso saldo de gols em -10, o Peixe está em terceiro com três pontos ganhos, estando em primeiro do Grupo C o Barcelona de Guayaquil com seis unidades assim como o Boca Juniors, porém com os equatorianos tendo seis de saldo contra três do Boca.

Leia mais: “Tem tempo para se tornar ídolo”, diz ex-jogador sobre Vinicius Júnior
Conmebol suspende jogos dos times argentinos na Colômbia

Primeiro tempo

Antes mesmo do primeiro minuto de jogo, a equipe brasileira conseguiu evitar com que o Strongest se valesse unicamente do sistema defensivo para arrancar um bom resultado quando o meia Gabriel Pirani limpou a marcação no lado esquerdo do ataque e fez um bom cruzamento buscando Marinho. O atacante chegou batendo de pé direito no mesmo canto de Daniel Vaca e abriu a contagem.

O time de La Paz até tentou exercer o modelo de marcação baseado em pressão mais alta, incomodando desde a saída de bola do Peixe. Porém, com as linhas espaçadas na hora de coordenar os movimentos para a pressão, se via em constante desvantagem na hora da recomposição e, enquanto não conseguiu levar real perigo a meta de João Paulo, viu o adversário constantemente ter relativa facilidade para ultrapassar a intermediária.

E foi dessa forma que, aos 26, o Alvinegro conseguiu marcar o segundo tento da partida com o belo lançamento de Jean Mota na direção de Felipe Jonatan. O jogador do lado esquerdo teve somente o trabalho de ajeitar de cabeça na direção da marca do pênalti e Pirani apareceu batendo de chapa, no contrapé de Vaca.

Antes do término da etapa inicial, Vinicius Baliero teve tempo e espaço para arrancar do lado esquerdo com a bola, cortar pro meio e bater colocado no extremo canto esquerdo da meta boliviana. 3 a 0 Santos com 42 minutos.

Segundo tempo

Aos 13, o “passeio” do Santos continuou acontecendo com Marinho se valendo da sua velocidade e também do bom posicionamento de Lucas Braga para deixar a goleada ainda mais recheada. Depois do passe do camisa 11, Lucas fintou buscando a perna esquerda e bateu rasteiro para o quarto do Peixe.

Com o marcador praticamente solucionado à favor dos comandados de Marcelo Fernandes, houve um certo grau de comodismo por parte da equipe brasileira onde o The Strongest até levou certo perigo contra João Paulo. Todavia, na primeira chance o arqueiro defendeu bem o chute de esquerda dado por Reinoso enquanto, na bola alçada com leve desvio do zagueiro Castillo, a pelota bateu na trave esquerda diante do goleiro santista que nada poderia fazer para evitar o tento.

Mesmo com a melhora de aparições no ataque da equipe dirigida pelo paraguaio Gustavo Florentín que chegou a acerta novamente a trave com Pastor, quem fez foi novamente o Alvinegro Praiano por intermédio do jovem meio-campista Kevin Malthus. Em bola afastada parcialmente pela zaga boliviana, Kevin bateu firme no canto oposto de Daniel Vaca que pulou, mas não alcançou a bola que estufou as redes da Vila Belmiro pela última vez na noite.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Futebol Latino sabe que a alegria do esporte bretão do continente americano é bem mais do que Brasil, Argentina e Uruguai. Isso porque o amante da bola quer mesmo é saber de tudo, desde a final do Brasileirão até a 5a rodada do Peruano, com a mesma seriedade e com a mesma paixão. Leia Mais

Entre em contato conosco: comercial@futebolatino.com.br

© Futebol Latino - Todos os Direitos Reservados - 2019 | Por Diegão ©