Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Saprissa “cozinha” Independiente, vence de novo e avança na Liga Concacaf

Costarriquenhos resistiram a período de maior pressão do oponente e, com gol rápido no segundo tempo, praticamente resolveu sua situação na Liga Concacaf
Costarriquenhos resistiram a período de maior pressão do oponente e, com gol rápido no segundo tempo, praticamente resolveu sua situação na Liga Concacaf
saprissa-cozinha-independiente-vence-de-novo-e-avanca-na-liga-concacaf-Futebol-Latino-02-10

O Saprissa mostrou bem como se avançar em um torneio mata-mata frente ao Independiente de La Chorrera pelas quartas de final da Liga Concacaf. Isso porque, mesmo sendo pressionado em determinado momento do duelo no gramado artificial do Estádio Agustín Sánchez, a S foi resistente e soube se valer da sua dianteira no confronto graças ao tento de Johan Venegas.

Leia mais: River Plate, bem superior, ganha do Boca e abre vantagem na semi da Libertadores
Bandidos entram na concentração de time latino e furtam atletas

A etapa inicial em La Chorrera pode se dizer que teve um caráter bastante parelho entre as equipes onde, mesmo gozando da vantagem obtida na Costa Rica, o Saprissa saia bastante pro jogo e conseguia armar jogadas também baseado nas linhas mais avançadas dos panamenhos.

Entretanto, essa “ousadia” quase foi castigada já nos minutos finais da primeira parte quando, em três oportunidades, o Independiente quase abriu a contagem. Em chute de Joseph Rosales defendido com o arqueiro Aaron Cruz se esticando todo, a bola sobrou para Jorman Aguilar forçar outra intervenção de Cruz e, em uma terceira finalização no mesmo lance dada por Ángel Sánchez, a bola carimbou a trave.

Ainda houve tempo para, no escanteio, Manuel Torres levar muito perigo em testada que passou por cima do travessão do Saprissa e, em chute de fora da área, Aaron Cruz pular meramente para aparecer nas imagens já que a bola passou bem perto da trave direita.

No retorno do intervalo, o ritmo ainda parecia mais lento quando, aos 10 minutos, Randal Leal partiu em velocidade pelo lado esquerdo e cruzou na medida certa para Venegas entrar de peixinho e vencer o goleiro José Guerra. Placar inaugurado e festa do ótimo contingente de torcedores visitantes no Panamá.

O gol nitidamente foi o chamado “banho de água fria” nos comandados do técnico venezuelano Frank Perlo que, bem diferente do ímpeto quando do 0 a 0, pareciam sentir bastante o impacto da desvantagem que exigia, no mínimo, a virada do marcador.

Com isso, apesar do verdadeiro “abafa” implementado nos minutos finais pelos anfitriões, o Sapri mostrou sua vivência em competições continentais e administrou o resultado que lhe interessava até o apito final do árbitro salvadorenho Ismael Cornejo.

error: Futebol Latino 2019