Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Print

Seleção sul-americana fracassa em negociação com Klinsmann

Após desencontro de valores entre Equador e comandante, a negociação esfriou e o nome do alemão foi descartado
Após desencontro de valores entre Equador e comandante, a negociação esfriou e o nome do alemão foi descartado
novo-treinador-selecao-inglesa-pode-ser-jurgen-klinsmann-Futebol-Latino-30-06

Depois da pífia campanha na Copa América, a seleção do Equador demitiu Hernán Darío Gomez e iniciou a busca por um novo comandante para dirigir a seleção nos amistosos e Eliminatórias visando a Copa do Mundo de 2022 no Qatar.

Leia Mais: Onde assistir Grêmio x Flamengo pela semifinal da Libertadores
Comentarista argentino ataca Raphael Claus: “Ele não pode ser tão filho da p***”

Entre tantos nomes, o que mais ganhou força e chegou a abrir negociação foi o alemão Jurgen Klisnmann. Desempregado desde a saída da seleção norte-americana, o comandante foi procurado e viu com bons olhos a possibilidade de trabalhar na América do Sul.

Pelo lado equatoriano, a chance de contar com um treinador padrão Europa e com boas campanhas em Copa do Mundo, encheu os olhos dos dirigentes, mas a negociação naufragou.

Um dos fatores para o fracasso é a parte financeira. Não é segredo para ninguém que a Federação Equatoriana não goza de uma saúde financeira agradável. É claro que o orçamento é maior em relação aos clubes, mas nada de exageros.

Com o cenário negativo na conversa junto a Klinsmann, a Federação Equatoriana volta a estaca zero para escolher o seu novo treinador. Enquanto não decide o próximo alvo, Jorge Célico continua de maneira interina na Tri.