Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Sem espaço no Racing, amigo tenta levar Centurión para o México

Foto: gens/telam/dsl

*Por Mônica Alvernaz

Já passaram alguns meses desde a confusão envolvendo Ricardo Centurión e o técnico do Racing, Eduardo Coudet. Apesar disso, o jogador segue afastado do elenco e não tem mais atuado pela equipe argentina.

Leia mais: Com direito a jogador de Copa do Mundo, Boca Juniors sonha com pacotão de reforços
Atacante colombiano desperta interesse do Olympique de Marselha

Diante da confusão em que o amigo se encontra, Brian Fernández deu sua opinião sobre o Centurión deveria fazer no caso. “Recomendaria que ele viesse comigo. Estar no México me faria bem. Sair do país foi bom para mim”.

Assim como o amigo, Brian Fernández vestia a camisa do Racing, clube pelo qual reconheceu ter gratidão. “Sempre reconheço tudo o que Víctor Blanco e Miguel Giménez fizeram por mim enquanto estive no Racing”.

Quando questionado sobre o jeito polêmico de Centurión, Brian Fernández saiu em defesa do amigo. “Respeito todas as pessoas. Não podemos mudar uma pessoa se ela não quiser. Centurión é uma boa pessoa, mas ele tem suas peculiaridades e seus dias ruins”.

Centurión e Brian Fernández atuaram juntos no Racing em 2015, quando, ao final da temporada, cada jogador foi para um clube diferente. Hoje, Brian defende o Necaxa e está em sua primeira temporada no clube mexicano. Já Centurión vive o segundo ano no Racing desde o seu retorno ao clube que o revelou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019