Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Silvio Romero fala sobre seu futuro e sondagem do futebol brasileiro

silvio-romero-fala-sobre-seu-futuro-e-sondagem-do-futebol-brasileiro-Futebol-Latino-29-07
Foto: Juan Mabromata/AFP

O cenário mais provável na atualidade, até mesmo pela delicada situação financeira do Independiente e os seguidos atrasos salariais para com o plantel, é que o atacante argentino Silvio Romero respire novos ares na retomada do futebol.

Leia mais: Nos pênaltis, Portland Timbers e Minnesota United passam de fase na MLS is Back
Osman reconhece favoritismo do Santos, mas alerta: “Vamos trabalhar muito”

Dentro desse contexto, o próprio atleta falou de maneira aberta sobre o tema entrevistado pelo programa Línea de Cuatro, da emissora argentina ShowSport, apontando que tem recebido consultas diversas, porém ainda nada em caráter mais concreto. Na lista de interessados estariam clubes europeus, do futebol brasileiro e até mesmo a dupla de clubes com mais torcida na Argentina: Boca Juniors e River Plate.

Todavia, nesse momento Silvio se demonstrou tranquilo para tomar a decisão. Pensando, principalmente, no aspecto familiar e na necessidade de seu filho, Mateo, receber cuidados médicos especiais por conta da encefalopatia crônica, doença que tem como principais efeitos o retardo no desenvolvimento tanto intelectual como de coordenação motora.




“Há vários interessados. Se comunicaram bastantes clubes, a maioria do estrangeiro. Temos tempo para tomar uma boa decisão. Meu tema familiar não é algo pequeno, queremos analisar todas as opções que temos para tomar a decisão mais sensata possível. Há três ofertas ou sondagens muito importantes de clubes europeus. Também do Brasil e algumas desses lugares exóticos. (Ir) Para o estrangeiro depende do lugar. Podem haver lugares onde o Mateo esteja muito bem e evolua e, em outros, não. Hoje não tenho uma postura adotada. São várias as possibilidades, o leque se abriu amplamente. São muitas as questões que temos de pensar e analisar, hoje não tenho uma decisão tomada e nem preferências”, explicou Romero.

“Não tive contato direto nem com Gallardo nem com Riquelme. Sim indiretamente, com pessoas dos seus entornos, das duas partes. O Boca fez uma aproximação formal e o River teve algumas conversas, nada mais que isso. O mercado de transferências local vai demorar alguns dias, para fora estão bem mais avançadas as conversas”, agregou.

Segundo indicou o periódico Olé e informações apuradas pelo Futebol Latino, o Atlético-MG seria a equipe do futebol brasileiro interessada em trazer ao país o avante de 32 anos de idade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *