Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Tata Martino vê seleção argentina mais estável que em sua época

Atual treinador do México, Tata Martino chegou a pontuar também que dirigentes "não tinham compromisso" com a Albiceleste
tata-martino-ve-selecao-argentina-mais-estavel-que-em-sua-epoca-Futebol-Latino-09-09

Pela primeira vez desde que deixou o comando técnico da Argentina, o treinador Tata Martino estará do lado contrário do banco de reservas com o amistoso dessa terça-feira (10) entre a Albiceleste e o México às 23h (horário de Brasília) nos Estados Unidos.

Leia mais: Contratação de Falcao García ganha novo capítulo polêmico no Galatasaray
Federação venezuelana aumentará rigor no licenciamento de clubes

E, em entrevista coletiva, o técnico não mediu as palavras quando fez um comparativo entre a estrutura administrativa da atualidade com a que teve como suporte na Associação do Futebol Argentino (AFA) quando da sua passagem:

“A nível de seleção vejo as coisas mais normais. Está César (Menotti) como manager, há um corpo técnico estável, há um coordenador na base, algo que vejo com os clubes estando mais dispostos a cederem jogadores… Não eram coisas pontuais que eram reclamadas. E isso, não deixar de representar cada um o seu clube correspondente, falo dos dirigentes e também de ter compromisso com a Seleção. Antes se representava de maneira segura a cada um dos clubes, mas não tinha nenhum respeito com a Seleção.”

Apesar de também ser elogioso em relação ao processo de renovação que vem passando a Argentina e o aumento de opções para Lionel Scaloni, Tata Martino descarta qualquer tipo de alteração do estilo de jogo por enfrentar o selecionado sul-americano e seu poder ofensivo.

“Respeitamos todo tipo de rival, mas não podemos confundir o respeito com ter uma ideia e cumpri-la. Isso é o que tentaremos fazer, nos impôr apesar de ter uma potência mundial em nossa frente. Estamos em um segundo escalão a nível mundial e a Argentina um nível acima por sua história, mas isso não tira as nossas possibilidades”, garantiu o técnico da Tri.

error: Futebol Latino 2019