Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Técnico da LDU adota discurso de absoluto respeito sobre o São Paulo

Foto: Divulgação

Na noite dessa quarta-feira (11), São Paulo e LDU fecham a Rodada 2 no Grupo D da Copa Libertadores às 21h30 (horário de Brasília) no estádio do Morumbi já que, às 19h15, River Plate e Binacional atuarão no Monumental de Núñez, em Buenos Aires.

Leia mais: Felipão explica o motivo de não ter acertado com o Colo-Colo
Vítima de agressão de Renato Ibarra tem depoimento divulgado

No hotel onde a delegação equatoriana está hospedada desde a última segunda-feira (9) na capital paulista, o técnico uruguaio Pablo Repetto concedeu uma coletiva onde, essencialmente, pontuou que a expectativa é de encontrar um rival difícil de ser superado.

Além disso, mesmo com o revés paulista na estreia, ele entende que o desempenho da equipe na primeira etapa e peças conhecidas do grande público que já atuaram no futebol europeu como Daniel Alves e Alexandre Pato requerem um nível maior de atenção:

“Apesar do resultado, o São Paulo merecia muito mais no primeiro tempo do que um gol, tiveram cinco ocasiões claras, o Binacional tampouco parecia que podia o incomodar e, assim, acabou ganhando de maneira inesperada. Obviamente que o Binacional vai se fazer forte em casa. Basta ver os jogadores que tem e que são desequilibrantes como Dani Alves, Pato, são jogadores que jogaram na Europa. Respeitamos, eles serão os mandantes, vem sentidos, precisam ganhar, essas são as características do nosso rival, então estamos preparados para uma partida muito dura e uma boa equipe.”



Repetto também mencionou que, diferente do que fez o Tricolor ao poupar boa parte de seus titulares no revés pelo Paulistão por 1 a 0 contra o Botafogo-SP, o time Blanco não pode fazer o mesmo em função de disputar o clássico contra o Barcelona de Guayaquil pela LigaPro onde venceu por 2 a 1 no Casablanca.

“Apesar do São Paulo ter perdido a partida anterior, na altitude, tiveram uma semana de descanso, não estarão afetados, não jogaram, diferente de nós. Pelo significado da partida (contra o Barce) vimos que não podíamos poupar jogadores. Chegamos os dois com a necessidade de resultados, eles mais do que nós pelo resultado da Copa. Vão fazer respeitar o seu mando e isso nos força a dar o máximo e que isso nos encaminhe a conseguir o objetivo que é passar de fase”, assegurou o comandante da LDU.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019