Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Técnico da MLS não acredita em chegada de Higuaín a curto prazo

maurizio-sarri-atualiza-quadro-clinico-do-atacante-gonzalo-higuain-Futebol-Latino-21-02
Foto: Isabella Bonotto/AFP

A Major League Soccer se tornou, desde a última década, um mercado com potencial de investimento para trazer grandes nomes do futebol mundial que entram na chamada “reta final” de suas respectivas carreiras. E um dos nomes que por vezes tem sido cogitado na MLS é o do centroavante argentino Gonzalo Higuaín.

Leia mais: Zagueiro David Luiz se declara para ex-clube: “Amor verdadeiro”
Dirigentes do futebol mexicano tomam medidas drásticas nas divisões principais

Todavia, na visão do compatriota e técnico do Los Angeles Galaxy, Guillermo Schelotto, apesar de seu desejo em contar com um reforço desse calibre, isso não deve ocorrer a curto prazo. Isso porque ele relatou, durante fala dada ao diário italiano Tuttosport, ter ouvido do próprio Pipa em uma entrevista que ele seguia com desejo de continuar na Juventus:

“Seria um sonho (ter Higuaín), estamos falando de um dos melhores atacantes do mundo. Mas, sinceramente, no futuro imediato vejo como algo difícil. Escutei uma entrevista de Gonzalo em que ele disse que ele queria ficar na Juventus e na Europa. Tomara que seja cedo para o Higuaín, mas no futebol nunca se pode dizer nunca.”

Com o comentário de Schelotto, logo perguntas sobre uma possível contratação de Higuaín para ser o substituto ideal de Ibrahimovic surgiram. Contudo, ele foi firme na sua posição alegando que o clube já fez isso ao trazer do Sevilla o mexicano Chicharito Hernández.

“Já conseguimos o substituto do Ibra, Chicharito Hernández, e estamos contentes com ele. O caso do Higuaín seria um assunto a parte, um sonho para o futuro, mas que não será fácil”, pontuou.

Caso Gonzalo Higuaín desembarque no futebol dos Estados Unidos, ele será o segundo representante da família Higuaín a atuar no país. Isso porque seu irmão mais velho, Federico Higuaín, já tem uma longa passagem na MLS tendo defendido por sete temporadas consecutivas o Columbus Crew e, para essa temporada, se transferiu para o DC United.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019