Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Técnico faz avaliação pesada sobre a sua passagem pelo Barcelona

Foto: Getty Images

Após uma boa passagem pelo Newell’s Old Boys, quando foi semifinalista da Libertadores da América, Tata Martino recebeu a chance de dirigir o Barcelona, que contava com grandes estrelas do futebol mundial, entre elas, Lionel Messi.

Bettilt 300x250

Leia Mais: Escândalo! Jogador assume que foi campeão continental com identidade falsa
Zagueiro ex-Palmeiras vibra com provável retorno do futebol japonês



Apesar da chegar ao Camp Nou repleto de expectativa, o treinador decepcionou e não conseguiu encher a galeria do Barça com taças.

“Se pegarmos pelo lado dos resultados não foi uma temporada mal. Ganhamos um título e jogamos uma decisão, mas no Barcelona o que importa é a quantidade de taças. Por isso, considero que 2013/2104 foi o pior ano da minha carreira na montagem e gestão de equipe”, disparou.

Se no Barcelona as lembranças não são positivas, Tata Martino, atual treinador do México, não esquece a sua trajetória no Paraguai, quando chegou a semi da Libertadores e depois assumiu a seleção nacional.

“O que mais me encantou foi a possibilidade de treinar o Paraguai. A minha passagem durou cinco anos e guardo com muito carinho, principalmente a temporada 2006, onde comandei o Libertad e ficamos na semifinal. A qualidade e entrega dos atletas era fora do comum”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019