Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Tevez dá declaração bombástica sobre redução salarial no mundo da bola

Boca Juniors x Godoy Cruz - Tevez
Reprodução: twitter Boca Juniors

O COVID-19 ainda dá o que falar no mundo da bola. Com medo de um prejuízo gigante no âmbito financeiro, os clubes trabalharam para cortar gastos e tentam reduzir os salários de comissões técnicas e elencos.



Leia Mais: Mario Salas é oficializado como novo técnico do Alianza Lima
Sonho do Barcelona, Lautaro Martínez é carrasco dos times brasileiros

Apesar de alguns clubes terem conseguido o êxito na redução, outros encontram problemas e lidam com atletas insatisfeitos ao cogitarem reduzir os ganhos.

No meio de tanto debate, Carlitos Tevez, ídolo do Boca Juniors e um dos principais jogadores da América do Sul, foi direto na resposta que promete agitar os bastidores da bola.

“Um jogador de futebol pode viver seis meses ou um ano sem receber”, disse à América TV, antes de completar:

“Esperamos que o mundo seja mais solidário. Estamos percebendo que somos todos iguais. Esperamos crescer como sociedade e que amanhã isto tenha mudado o mundo para sempre. Este vírus ensina-nos isso. Esperemos que seja para o bem e que todos sejamos um só e saiamos disto juntos”, completou o argentino.

Para o atacante, um dos motivos para a classe aceitar a redução, é que o jogador de futebol não tem o mesmo sacrifício que um trabalhador comum.

“O jogador não está no mesmo desespero que aqueles que vivem com crianças todos os dias, que têm de sair de casa às 6h da manhã e voltar às 19h da noite para alimentar a família”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019