Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Unión Española, nas penalidades, tira o Mushuc Runa da Copa Sul-Americana

Empate de 1 a 1 ocorrido em Santa Laura se repetiu em Ambato e, nos penais, ficou definido que os chilenos avançariam a etapa seguinte da Copa Sul-Americana
union-espanola-nas-penalidades-tira-o-mushuc-runa-da-copa-sul-americana-Futebol-Latino-18-04

O Mushuc Runa não conseguiu realizou o sonho de ter avançado em um torneio continental já na primeira vez em sua história. Diante da Unión Española na cidade de Ambato, mais precisamente no estádio Bellavista, a equipe equatoriana foi eliminada nos pênaltis pelo placar de 6 a 5 na Copa Sul-Americana.

Leia mais: Rubert Quijada reclama de punição por protesto na Venezuela
Simeone faz revelação curiosa dita a ele por Pep Guardiola sobre Messi

Primeiro tempo

Pela melhor condição técnica e também precisando do resultado, os chilenos pouco se importaram com a condição de visitante, a questão da altitude e não tiveram medo de se expor. Com essa postura mais corajosa, a recompensa veio logo aos 10 minutos graças ao zagueiro José Aja.

Em bola rebatida pela zaga peruana após cobrança de escanteio, ela voltou para a posse do Unión que, depois de chute forte de Sebastián Varas defendido pelo goleiro Bernardo Medina, sobrou nos pés do defensor uruguaio que tocou para as redes.

Para a sorte e felicidade do público local, o também zagueiro Alejandro Rebola estava bastante inspirado e marcou um lindo gol três minutos depois. Em lançamento ajeitado pelo atacante Esteban Rivas, o camisa 5 acertou de primeira, sem deixar ela cair, e foi no extremo canto esquerdo de Diego Sánchez.

O empate fez bem ao Mushuc Runa que, mais confiante e crescendo no jogo, começou a apostar em uma arma potencializada pela menor resistência do ar: os chutes de média e longa distância. No melhor deles, Dario Boné aos 32 minutos ajeitou e teve espaço para acertar uma linda finalização de perna esquerda que Sánchez fez importante intervenção.

Segundo tempo

No início da etapa complementar, os Hispanos pareciam estar lidando bem com o desgaste da altitude e seguiu usando uma estratégia de bastante aposta na velocidade pelas laterais e bolas cruzadas na área tentando achar a infiltração de Varas e Mauro Caballero.

Com isso, o time da casa até tentava por vezes sair desse “sufoco”, mas a equipe do Chile tinha mais facilidade para, na retomada de bola, encontrar espaços para defesa adversária e ir aumentando suas chances de voltar a dianteira do marcador. Foi somente aos 21 minutos que o Mushuc Runa conseguiu finalmente retornar com suas chegadas ao plano ofensivo levando perigo quando Bone novamente usou sua capacidade e, batendo de fora da área, obrigou Sánchez a trabalhar bem.

Conforme o tempo passava, o já esperado maior impacto diante dos visitante começou a “cobrar sua conta” e os anfitriões passaram a ser mais frequentes no ataque fazendo, principalmente, lances que explorassem as pontas e exigissem maior esforço físico da parte defensiva do Unión Española.

E, apesar da bola rondando a grande área dos visitantes por pelo menos 20 minutos com direito a duas defesas triviais de Diego Sánchez, a vaga na fase seguinte foi decidida na disputa de pênaltis.

Foram necessárias as cobranças alternadas para que, pelo placar de 6 a 5 com direito ao tento final sendo feito por Diego Sánchez, o time chileno garantisse sua passagem a etapa seguinte do torneio continental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019