Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Uruguai, com gol nos acréscimos, vence o Chile em Montevidéu

Uruguai-Chile-1-Eliminatorias-Futebol-Latino-08-10
Foto: Divulgação/Seleção Uruguaia

No começo das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, Uruguai e Chile se enfrentaram no estádio Centenario, em Montevidéu, onde os donos da casa venceram por 2 a 1. Os gols foram feitos por Luis Suárez e Maxi Gómez para os uruguaios além de Alexis Sánchez para os chilenos.

OS_BRAZIL_300x250_2020_Q3_SOC

Leia mais: Tevez abre o jogo e conta sobre ‘susto’ quando assinou com o Corinthians
Mídia mexicana faz ressalva de pênalti marcado contra a Holanda

Primeiro tempo

A estratégia tanto de uruguaios como de chilenos parecia bem desenhada no sentido de dar poucos espaços ao adversário na troca de passes já no plano defensivo além de, quando retomada a posse, subir em bloco para proporcionar superioridade numérica no ataque.

Foi dessa forma que um erro de passe proporcionou a chance de Aléxis Sánchez receber passe dentro da área e bater em diagonal para a importante defesa de Martín Campaña. E, principalmente, a montagem da jogada por parte da Celeste onde Luis Suárez ajeitou e Fede Valverde encheu o pé para ver a bola explodir no travessão de Gabriel Arias.

Seguindo melhor no confronto e forçando a Roja cada vez mais a adotar como estratégia sair nos contra-ataques, o time de Óscar Tabárez tirou o primeiro zero do marcador no Centenario aos 38 minutos.

Isso porque a arbitragem, usando o recurso do VAR, marcou pênalti em toque de mão dentro da área de Sebastián Vegas na interceptação do cruzamento de Brian Rodríguez. Na batida, Luisito mostrou seu conhecido faro de gol ao bater no lado direito enquanto Arias caiu no cano oposto.

Segundo tempo

Necessitado de mudar o contexto da partida, os comandados de Reinaldo Rueda voltaram com mais capacidade de retenção da posse no ataque e, fazendo exatamente o jogo de troca rápida de passes, conseguiu chegar a igualdade em um bonito gol de Sánchez.

Com nove minutos, o lance onde Vidal e Charles Aránguiz tabelaram muito bem terminou nos pés do camisa 7 do Chile que, na saída de Campaña, bateu cruzado para deixar o placar equiparado na capital uruguaia.

O gol da igualdade fez bem ao aspecto anímico dos chilenos e também para o caráter do jogo que se tornou mais “aberto”, demonstrando espaço para ambos os sistemas criativos agirem nos erros de marcação. Todavia, faltava maior capricho no complemento das jogadas, algo que parecia determinante para fazer com que a igualdade persistisse no placar.

Porém, já aos 48 minutos, o ataque do Uruguai teve a bola sobrando com Maxi Gómez de fora da grande área e o atacante pegou firme na bola em batida seca, direta no canto esquerdo de Gabriel Arias para determinar a vitória da equipe de Óscar Tabárez.

Você sabia que pode, além de saber as principais informações no Futebol Latino, fazer suas apostas e LUCRAR com a sua paixão? Então saiba mais clicando aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *