Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Valiosa coleção de camisetas de atacante do Guaraní é roubada no Paraguai

valiosa-colecao-de-camisetas-de-atacante-do-guarani-e-roubada-Futebol-Latino-31-03
Foto: Divulgação/Polícia Nacional do Paraguai

Não bastasse a tensão vivida em todo o mundo pela pandemia do coronavírus e a necessidade de distanciamento social, o atacante paraguaio Edgar Benítez também tem de lidar com a tristeza de ter sido assaltado enquanto sua casa está em reforma na cidade de Assunção.

Leia mais: Maxi Rodríguez revela história curiosa sobre a sua chegada ao Liverpool
Amigo crê em volta do Kun Agüero a time do coração

Segundo relatou o próprio Benítez a mídia local, cerca de mil itens foram levados entre camisetas, luvas de goleiro e outras peças relacionadas a futebol onde, dentre os uniformes, alguns deles foram trocados com astros do futebol mundial como Paul Pogba, Lionel Messi e o ex-jogador Ronaldinho Gaúcho.

A polícia paraguaia prendeu na última segunda-feira (30) duas pessoas que estariam envolvidas no roubo em diferentes instâncias. Enquanto o pedreiro Isabelino Martínez, que trabalhava na reforma da casa do atleta, teria levado os itens do local, Júlio Cesar Torres estaria vendendo os produtos na internet alegando não saber que eles eram produtos de roubo. Com elas, 65 camisetas foram recuperadas.



Usando a sua rede social, Pájaro Benítez fez uma postagem de apelo para que seus seguidores possam auxiliar a encontrar as camisetas que ainda estão desaparecidas.

“As camisetas de toda a minha vida futebolística (aproximadamente mil), as que usei com a seleção paraguaia, com os clubes que defendi e as que troquei com outros jogadores durante mais de 15 anos foram furtadas da minha casa e estão sendo oferecidas para venda em redes sociais. Também roubaram luvas de goleiro, chuteiras e outras peças esportivas (…) Recorro à boa vontade de todos para que nos avisem se as camisas lhes forem oferecidas ou se chamem a atenção por serem peças que dificilmente poderiam estar à venda. Todas estas camisas representam muito para mim porque em todas elas existe uma recordação que faz parte da minha vida. Vou agradecer eternamente se me ajudarem a recuperá-las”, disse o jogador de 32 anos de idade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019