Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Vidal abre o jogo e diz quais foram as principais dificuldades durante sua passagem pela Alemanha

acordo-entre-vidal-e-inter-de-milao-pode-ser-anunciado-em-janeiro-Futebol-Latino-31-12
Foto: Emmanuel Dunand/AFP

Neste sábado (29 de agosto), o escritor Daniel Habif postou em seu canal no YouTube mais um episódio do vídeo podcast “Inquebrantables” (Inabalável), que trouxe uma entrevista com o jogador chileno Arturo Vidal. Durante o bate-papo, o chileno falou sobre como é viver na Alemanha e as dificuldades de adaptação ao frio e ao idioma.

 

Leia Mais: Patamar salarial é obstáculo para sequência de Higuaín na Europa
Eliminatórias da Copa: Sem Guerrero, Gareca está preocupado com as condições físicas dos peruanos que atuam fora do país



 

Inclusive, a entrevista foi motivada por uma declaração do colombiano James Rodríguez (que foi companheiro de Vidal no Bayern) que afirmou ser complicado viver na Alemanha e culpou o frio rigoroso e a dificuldade em aprender o idioma.

 

Segundo Vidal, James tem razão ao dizer que a Alemanha é um país complicado. Entretanto, o chileno fez questão de destacar que era muito jovem quando saiu do seu país e foi atuar na Alemanha: “O frio era terrível, nos primeiros dois meses não saí de casa (risos). Mas estava tentando me adaptar. A neve, tudo… Isso é muito difícil. Muitas vezes pensei em voltar ao Chile ou buscar outras coisas”, disse o jogador.

 

Ele também falou dos problemas de falar o idioma: “Ouvia as pessoas conversando nos vestiários e achava que iam brigar, e ter alegria e vontade de compartilhar com os outros era algo impossível. No terceiro ano, eles aprenderam mais a falar espanhol do que eu alemão. Ainda bem, pois mal conseguíamos conversar”, finalizou o chileno.

 

Arturo Vidal jogou na Alemanha pelo Bayer Leverkusen entre 2007 e 2011. Depois voltou ao país para atuar pelo Bayern de Munique entre 2015 e 2018.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *