Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no print
Print

Volta do futebol traz alívio aos sites de apostas

cronica-fl-que-a-bola-rolando-volte-a-ficar-em-primeiro-plano-Futebol-Latino-07-12
Foto: Alejandro Pagni/AFP

Desde o início do isolamento social, em meados de fevereiro, um dos setores mais afetados da economia foi o de grandes eventos. Com as competições esportivas, não foi diferente. Capaz de mobilizar milhões de pessoas e de dólares em todo o mundo, as principais ligas tiveram de ser imediatamente paralisadas, para evitar que o coronavírus se propagasse ainda mais entre torcedores, atletas e demais pessoas envolvidas nestes eventos.

Leia mais: Conmebol bate o martelo em relação a final da Libertadores
Empate cheio de gols e vitória suada fecham primeira rodada da MLS is Back

Válido pela atual edição da UEFA Champions League, o jogo entre Atalanta e Valencia, que aconteceu em 19/02/2020 na cidade de Bérgamo, na Itália, ficou marcado como um dos principais propagadores do vírus que já matou quase 35.000 pessoas no país, metade dos 72.000 óbitos registrados no Brasil. No mundo são 570 mil. Além de clubes, atletas e torcedores, a paralisação das principais ligas esportivas do mundo afetou intensamente outro mercado: o de apostas esportivas.

Presentes em diversos países, inclusive no Brasil, os sites de apostas esportivas movimentam bilhões. Antes da pandemia do novo Coronavírus, a competição entre sites de apostas vinha crescendo no país, com empresas investindo até mesmo em patrocínios a clubes brasileiros. Por conta das paralisações, alguns cálculos dão conta de um prejuízo mensal de mais de 300 milhões de reais aos sites de apostas somente no Brasil, exatamente por causa da falta de jogos.

Porém, um fenômeno interessante aconteceu neste período de pandemia: os apostadores mais ávidos fizeram crescer a popularidade de ligas periféricas, como a da Bielorrússia, país que resolveu lidar com a crise ocasionada pelo coronavírus de uma maneira alternativa. Apostadores mais ousados também direcionaram seus recursos para outros esportes, como o basquete e os eSports.

Tal fenômeno prova que o gosto por apostas vai muito além da paixão pelos esportes em si. Para muitos, as apostas esportivas são a principal diversão, e o apostador que tiver conhecimento das principais estratégias, ainda poderá ganhar um boa renda extra. O mais importante para isso é ter conhecimento sobre o tipo de esporte em que se está apostando. Outro ponto fundamental é acompanhar avaliações de sites de cassinos e apostas online antes de aplicar recursos neles.

Volta das principais ligas da Europa reaquece as apostas

Mesmo com tamanho prejuízo, a capacidade de investimento do setor permanece grande. Somente na Europa, maior mercado do mundo para as apostas, estima-se que sejam movimentados 25 bilhões de euros por ano, algo equivalente a 140 bilhões de reais. No Brasil, essa quantia fica na casa dos 6 bilhões de reais. Tanto aqui, como nos demais países ativos no mercado de apostas, o principal alvo dos apostadores são os campeonatos europeus de futebol.

Depois de muita discussão entre clubes e entidades organizadoras, as práticas esportivas começaram a retomar suas atividades em meados de maio. A primeira grande liga europeia a retornar foi a da Alemanha. Conhecido como Bundesliga, o campeonato de futebol alemão  deu novo impulso as apostas esportivas e estabeleceu as bases para as demais ligas do continente.

Jogos sem torcida, com rigorosos protocolos de distanciamento entre os envolvidos na realização e transmissão das partidas e intensa testagem de atletas são alguns dos principais pontos adotados nos protocolos de segurança dos campeonatos europeus de futebol. As ligas da Espanha, Itália e Inglaterra, as maiores do mundo, também já retomaram suas atividades. No Brasil, espera-se que o futebol seja normalizado no início de agosto, para a alegria dos apostadores.

Na Inglaterra, o campeão da temporada já foi definido – é o Liverpool, time já histórico, comandado pelo alemão Jurgen Klopp. Foi a primeira vez em 30 anos que a equipe conquistou o principal torneio nacional de seu país. Os prognósticos já eram altamente favoráveis ao time da cidade dos Beatles. Portanto, os prêmios pagos a quem apostou no Liverpool como campeão inglês não foram dos mais expressivos.

No entanto, um caso de um apostador inglês chamou a atenção da imprensa internacional. Torcedor fanático do maior rival do Liverpool, o Manchester United, Tony Ward, de 55 anos, apostou o valor integral de uma herança recebida após a morte de sua mãe. Foram 55 mil libras, valor que equivale a cerca de 370 mil reais.

O Liverpool caminhava com sobras para o título, mas a paralisação da Premier League por conta da pandemia de coronavírus deixou Ward preocupado. Na volta do campeonato, na metade de junho, o Liverpool viu o Manchester City voltar com tudo e se aproximar na tabela de classificação. Porém, após uma derrota do time de Pep Guardiola para o Chelsea, o time de Klopp confirmou o título para a alegria da torcida do Liverpool e de Tony Ward, que levou para casa 91 mil libras, ou mais de 610 mil reais.

Libertadores já tem data para retorno

O adiamento dos principais eventos esportivos na América do Sul, principalmente da Libertadores da América e do Brasileirão, também caiu como uma bomba no mercado das apostas. Apenas no Brasil, o mercado de apostas esportivas movimentou mais de R$ 4 bilhões em 2019.

A Libertadores, paralisada em março depois de apenas duas rodadas da fase de grupos, tem previsão de volta apenas para 15 de setembro. Sem datas disponíveis, a AFA (Associação de Futebol Argentino) apresentou à Conmebol uma carta assinada pelos clubes do país tentando adiar a data alegando que os times vão precisar de dois meses antes de voltar a jogar.

Além de quatro jogos pela fase de grupos, o torneio ainda vai precisar de mais oito datas para chegar ao final: duas partidas para as oitavas de final, duas para as quartas, as semifinais e a final em jogo único.

Os sete times brasileiros (Flamengo, Palmeiras, Santos, São Paulo, Athletico-PR, Grêmio e Internacional) presentes na Libertadores têm boas chances de chegar à fase classificatória graças aos bons resultados até agora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Futebol Latino 2019